Pe. Jordan, sua vida e sua obra

Padre Francisco Maria da Cruz Jordan nasceu em Gürtweil, sul da Alemanha, aos 16 de junho de 1848 e faleceu em 08 de setembro de 1918, em Tafers, na Suíça. Órfão de pai aos 14 anos, Jordan tem que abandonar os estudos para trabalhar e ajudar no sustento da família. Jovem inquieto, corajoso e persistente, luta em busca de seu ideal. Aos 21 anos de idade volta a estudar e com 26 anos inicia seus estudos universitários, e é ordenado sacerdote aos 21 de julho de 1878.

Em 1880 Padre Jordan passou vários meses na Terra Santa. Ali teve uma decisiva experiência de fé. Enquanto seu olhar vagava sobre a Terra Santa, vieram-lhe à mente as necessidades religiosas existentes em toda parte. Mais profundamente do que nunca, penetraram em todo o seu ser as palavras da Escritura: “A VIDA ETERNA É ESTA: QUE ELES CONHEÇAM A TI, O DEUS ÚNICO E VERDADEIRO, E AQUELE QUE ENVIASTE, JESUS CRISTO.” (Jo 17,3).

Padre Jordan, após um processo de profundo discernimento da vontade de Deus, funda em 08 de dezembro de 1881 a Sociedade do Divino Salvador – padres e irmãos. Em 08 de dezembro de 1888 funda a Congregação das Irmãs do Divino Salvador, juntamente com Thereza von Wüllenweber, hoje, Bem-aventurada Maria dos Apóstolos.

A participação do laicato, no projeto de Jordan, esteve desde o rebento, enquanto organização instituída, hoje é nomeada Comunidade Internacional do Divino Salvador. No Brasil, a Família Salvatoriana chegou desde 1896 com os salvatorianos e, em 1936, com as irmãs e o início dos grupos leigos/as deu-se em 1986.

Celebrações

Vamos nos unir em oração e gratidão pela vida de santidade do Padre Francisco Jordan, um homem de intensa vida de oração, de extraordinário zelo apostólico-missionário, de profunda vivência da pobreza evangélica e de inabalável confiança na Providência Divina.

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro(a)!

Deixe uma resposta